Finalmente a visita monitorada ao Teatro Municipal de São Paulo

Este slideshow necessita de JavaScript.

Foram três tentativas: a primeira num feriado, óbvio que não consegui entrar. Na segunda vez, num sábado, a lista de 50 pessoas para o último horário estava completa. No terceiro dia, num sábado, não perdi tempo: cheguei uma hora antes e consegui finalmente um lugar no grupo que conheceria o Teatro Municipal de São Paulo. E não se engane: a procura pelo passeio é grande, muito grande. A lista fechou meia hora antes da visitação, e muita gente deu com a cara na porta.

Mas sobre a visita: é gratuita e rola entre terças e sábados. Você chega, dá seu nome e pronto. A entrada é pela parte de trás do Teatro, e não adianta tentar dar migué: só entra com nome na lista. São 50 pessoas por grupo. O triste é que há boatos de que não permitem a passagem pela sala de concertos em dia de evento. Quase — quase — não pude entrar na sala, já que estavam preparando uma ópera.

Lá dentro, o básico. Grupo dividido em dois, fotos sem flash, vídeos e áudios proibidos. A visita passa pelo hall de entrada, pela “sala dos espelhos” copiada de Versailles e pela tão esperada sala de concertos. Cada espaço é explicado pela monitora do grupo. E não se engane: o prédio centenário tem elevadores antigões, o que significa que até os velhinhos conseguem acompanhar a visita (já que o percurso todo tem poucos degraus, só uma escada é mais sofrida. Mas rola o elevador, então…).

Apesar de todas as explicações dos espaços, ainda acho que vale ver um concerto ali. É o meu próximo passo. Depois conto o que achei, ok?

Visitação: Terça a sexta-feira às 11h, 15h e 17h. Sábado às 11h, 12h, 14h e 15h. Incluindo feriados.
Tel. para dúvidas (e eles atendem, veja bem): 3053 2092/2093
Site: aqui

 

Bônus: com entrada separada, o Teatro Municipal tem um café muito charmoso e bacana. Serve almoço buffet num preço justo (lembro que era menos de 40 reais pra comer até sair rolando de lá).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: