Como visitar o Edifício Martinelli?

Foto: Talita Marchao



A vista do Edifício Martinelli é, sem dúvida, a minha favorita em São Paulo. E não só por ter a entrada gratuita, mas por ter o prédio do Banespa na vista e muito espaço no terraço para circular e fotografar. Agora, você quer a má notícia? ELE ESTÁ FECHADO PARA VISITAÇÃO EM 2017, SEGUNDO A ADMINISTRAÇÃO.

E se você não sabe de que terraço estou falando, vamos retomar a cena da novela em que a Maria Casadevall se casa de vestido azul lindo lá em cima (e depois será traída na lua de mel e vai pegar o Caio Castro).

Apesar de todas as lendas do prédio, passei uma hora no Edifício Martinelli e o único fantasma que vi foi a minha cara de cansada no espelho do elevador. E o bombeiro-guia da visita monitorada ao terraço faz questão de lembrar dos crimes enquanto acompanha o grupo — só parei de fotografar na hora em que ouvi as palavras “sala de cadáveres” e “ossadas no fosso do elevador” e fiz aquela cara de “OI?”

Supostamente, a visita monitorada precisa ser agendada. A Lais Cattassini, que não é nada antipática como o seu excelente blog chamado Antipatia (recomendo a leitura) fez a reserva pelo site, e logo eles confirmaram que o lugar estaria aberto no dia em que nosso grupinho queria conhecer o prédio. Mas a aventura começa na hora em que você chega lá.

Sim, é a Paulista. Foto: Talita Marchao

1- Cadê a porta? Pois é, amigos. O prédio tem três entradas, e a que você precisa achar a que fica no número 35 da Av. São João (na versão calçadão ainda). Procure entre as papelarias, lojinhas e botecos. E o grupo de visitantes estará ali na porta, aguardando para entrar, todo amontoado, sem fila.

2- Pois é, amigos. Na real, não precisava reservar nada. Era só chegar, tipo casa da vó. Mas chegue minutos antes de horas cheias, quando sobem os grupos. Ah, e não é preciso pagar nada para fazer a visita. O metrô mais próximo é o São Bento.

3- O terraço é bonito, mas não dá pra visitar a casa que foi construída lá em cima. E a vista? A vantagem é que obviamente dá para ver o Banespão, que já contei como é a visita aqui.

Mas vale a visita ao Martinelli? Sim, super vale. Pelo simples fato de que a visita dura quase uma hora, e dá para tirar fotos incríveis. No Banespão, são só 5 minutos. Você só tem tempo para fotografar e só vai ver em casa o que conseguiu clicar.

Onde está Wally versão Sé. Foto: Talita Marchao



Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Nenhum comentário “Como visitar o Edifício Martinelli?”

%d blogueiros gostam disto: